domingo, novembro 11, 2007

Finalmente dedução no IRS

Finalmente o Orçamento de Estado de 2008 permitirá aos portugueses deduzir 30% até 777 euros no IRS na compra de equipamentos de energia renovável, e isto sem ser “não acumulável” com o benefício fiscal do Crédito habitação.


Durante sucessivos OE, o governo impediu na prática um benefício real por parte de quem adquiria este tipo de equipamentos. Na proposta de Orçamento de Estado de 2008, com a alteração no número 3, do Art. 85, será possível acumular os dois tipos de benefícios. Esperamos que assim seja, em quanto não chega a regulamentação da nova legislação de microgeração, aguardada para Janeiro de 2008.