terça-feira, dezembro 22, 2009

Clima de desilusão em Copenhaga

Quando as expectativas são muito elevadas é muito difícil conseguir cumpri-las. Copenhaga passou da esperança a desilusão logo no início da cimeira, culminando num documento quase vazio e decepcionante para a maior parte dos analistas.
Acabaram por impor-se as necessidades individuais de alguns países, como a China de “crescer” a dois dígitos por ano a todo custo, ou dos Estados Unidos de querer não afectar o “Americam Way of life”.
Politicamente o maior derrotado foi de longe a União Europeia. Infelizmente com a liderança política que se conhece, com boas intenções mas pouco poder de facto, os objectivos mais ambiciosos europeus acabaram por se diluir num mar de interesses internos.
A UN também não saiu ilesa do processo, tendo sido posta em causa o seu papel na gestão do problema das Alterações Climáticas, assim como o processo de aprovação de qualquer documento vinculativo.
Perdeu-se uma oportunidade para chegar a um acordo que viesse a dar continuidade ao trabalho feito no Protocolo Quioto (apesar de incompleto fase a recusa dos Estados Unidos em ratificar o Quioto), e que permitisse estabelecer um quadro relatório para os próximos 10 anos no que respeita a gestão dos recursos energéticos e naturais.
Só se salvaram 30 mil milhões no fundo para ajuda aos países menos desenvolvidos, na mitigação e adaptação as Alterações Climáticas.
Resta saber se 2010 vai ser um ano acordo ou vamos continuar a empurrar o “problema com a barriga”. Possivelmente cada vez com menos tempo para actuar, restará (ou faltará) depois apenas dinheiro para a adaptação.

2 comentários:

Cátia disse...

É incrível como tudo é mais importante que o ambiente! A crise, o casamento homossexual...
A consciêncialização ambiental só vai acontecer quando as consequências forem irreparáveis... Kd não for possível ver a luz do sol com o smog é que a população e principalmente os chefes de estado vão perceber que esta atitude além de comodista é estúpida.

Paulo Carvalho disse...

turismo.campusenegia@gmail.com
Estou a 63 metros da EDP já hà 14 anos, tenho 23 Fotovoltaicos 6m2 termicos dois erogeradores.
Utilizo Energia Solar desde que me conheço. Utilizo a Cozinha Solar.
Não consigo a referida LIGAÇÃO à rede, e que Fazer?
Paulo Carvalho